quarta-feira, 23 de maio de 2018

Amo cada imperfeição tua


Muito se fala na maternidade perfeita, mas eu não entendo o conceito.

Procuram-se crianças perfeitas, quando a cada dia amo mais ainda cada imperfeição tua!

Amo quando te zangas, e fazes cara de chateado. Adoro que tenhas quereres e que mostres claramente o que gostas e não gostas.

Amo que não dês beijos a qualquer um, só porque te pedem. Os teus beijos, guardas para a queres efectivamente dar.

Amo que grites. Mesmo que às vezes não pareça que ame assim tanto, a verdade é que os teus gritos são saúde, são energia e são música para os meus ouvidos.

Amo que nunca pares quieto! Ainda que por vezes diga o contrário, amo que sejas feliz o suficiente para nunca parares!

Amo quando te ris alto! As gargalhadas mais doces de se ouvir!

Amo quando levantas a mão. Porque sabes que não deves, e ainda assim tens a personalidade que te faz testar as tuas vontades. Sabes o que queres e amo isso.

Amo que sejas desarrumado. Porque é na desarrumação que nos divertimos mais. É no meio de guerras de almofadas, peluches e bolas que somos felizes.
Amo cada imperfeição tua. Porque é o conjunto delas que faz de ti quem és.

Com vontade, querer, personalidade e coragem. És imperfeito, tal como eu amo!




Sigam também no Instagram: https://www.instagram.com/seilaeusermae/

Sem comentários:

Enviar um comentário