segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Não pretendo ter mais filhos!

Há muito quem me diga: “Tinhas já outro e já ficavas despachada!” e tenho tanto a dizer sobre isto…

Antes de mais, ter um filho, ou 2 ou 3 ou 20 não é para mim uma questão de despachar. Muito pelo contrário… Cada um com o seu tempo e acima de tudo respeitando o meu (tempo). Principalmente agora que já tive o primeiro e já sei (mais ou menos) o que a casa gasta, a ter mais filhos seria tudo menos “despachar”. Seria aproveitar cada segundinho…

E ao ter um segundo não vejo onde é que ficaria “despachada”! Qual é o número “certo” de filhos?! 2? 3? 1 não? Porquê?

Porque é que é sempre expectável que tenhamos mais filhos, quando cada vez mais nos ficamos por apenas 1?

Esta é a minha realidade “prevista”! Digo prevista porque não sei o dia de amanhã e posso mudar de ideias a qualquer momento, mas por enquanto, a ideia de ter mais filhos está cada vez mais distante.

Porquê? Por muita coisa.

Ter filhos sai caro. Muito caro! E todos queremos poder dar o melhor aos nossos filhos. Cada vez mais as escolas públicas se degradam e há preferências pelas (caríssimas) privadas. Cada vez mais o Sistema Nacional de Saúde não tem capacidade de resposta e temos que recorrer aos Seguros. Sim, cada vez mais somos consumistas, eu sei. Mas também, nunca vamos aceitar de ânimo leve que os nossos miúdos sejam os únicos sem telemóvel ou tablets, ou consolas de jogos…
Cada vez mais avançamos na tecnologia, e enquanto, no meu tempo uma folha de papel e um lápis chegavam para estudar, neste momento os miúdos precisam de pc portáteis e enviam os trabalhos de casa por e-mail. Não é consumismo… é a nova realidade em que vivemos! E ter filhos sai caro!


Além disso, cada vez temos menos tempo. Cada vez mais demoramos mais tempo no trânsito, vamos ao ginásio, às compras… mil e uma coisas por fazer. Durante a semana, passo apenas 2H30 com o meu filho (acordado, porque quando ele adormece fico sempre um bom bocado agarradinha a ele…). Como é que eu ainda vou fazê-lo(s) dividir esse tempo com um irmão?! Custa-me!

Admiro as pessoas que têm muitos filhos, eu se pudesse também os teria. Acreditem. Se pudesse tinha uns 10 (talvez não todos biológicos porque não há “coisinha” que aguente :)  ). Mas neste momento, PARA MIM, e para a vida que tenho não seria consciente ter mais filhos. Não sinto reunidas as condições. É a minha opção, será assim tão inválida?!


Chamam-me de egoísta, materialista, “armada em fina”… dizem que as minhas escolhas são erradas. Que não tenho o direito de privar o meu filho de um irmão, mesmo que isso implique a redução da qualidade de vida que lhe posso proporcionar. Que ter filhos é uma bênção (e é!) e que no fim de contas tudo se desenrasca (seja tempo, dinheiro, e até comida para a mesa).  Dizem que tudo se cria. “Acrescenta-se água à sopa e já dá para dois”. Será assim? É assim tão descabida a minha escolha?!


(Imagem: Revista Pais & Filhos)


NOTA IMPORTANTE: Nota: Já sabem que o  Facebook fez algumas alterações e a partir de agora vai mostrar-vos mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde fizeram like - com o Sei Lá eu Ser Mãe
Para continuarem a ver as parvoeiras que práqui vou debitando sigam esta simples Instrução:
1º Na Página do Facebook do Sei Lá Eu Ser Mãe cliquem onde diz:  “A Seguir” e seleccionem "Ver Primeiro"



Sigam-me também no Instagram:


1 comentário:

  1. Simplesmente é a tua escolha...
    Acho que aos olhos da sociedade, 2 filhos e só 2 filhos é o correto...
    Quando tens o primeiro perguntam-te logo pelo segundo... Quando estás a caminho do terceiro já estás a ser criticada, porque são muitos, porque nos dias de hoje já há televisão e contracetivos... independentemente do que as pessoas querem, sintam ou o que seja...
    Escolhas o que escolheres vais ter comentários menos bons... Por isso por muito que custe "viver para o teu umbigo, esquecendo o resto do mundo" acaba por ser o caminho...
    Hoje em dia acaba por ser sempre mais fácil criticar, seja o que for, do que entender e apoiar...
    Às vezes acabamos por nos questionar coisas que não fazem sentido só por causa dos comentários... Cada um tem o seu número certo... para mim, 3... PAra ti, pelo menos para já 1!

    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar