terça-feira, 17 de abril de 2018

Carta à minha futura nora


Querida futura nora!

Lamento que te escreva de forma tão precoce, na realidade não sei se já nasceste sequer. Mas há coisas que quero-te dizer, e para não correr o risco da memória me atraiçoar, fica aqui já por escrito.

Quero que saibas que vou sempre gostar de ti! Independentemente das diferenças ou semelhanças que tenhamos, se foste a escolha do meu filho e ele a tua, podes ter a certeza que vou gostar de ti! 

Vou estar sempre do vosso lado. Mesmo quando não pareça. Mesmo que de vez em quando vos diga algo que parece ir contra a vossa opinião, é e será sempre apenas pelo vosso bem! Não há nada que deseje mais do que a vossa felicidade!

Seremos da mesma equipa! E eu estarei cá, sempre, a uma curta distância para vos ajudar em tudo o que me for permitido.

Mas preciso que entendas uma coisa. Levas de perto de mim o que mais tenho de precioso. O meu menino, de quem cuido com todo o amor que consigo carregar, desde o primeiro segundo. Levas de perto de mim, muitas horas de sono perdido. Muitas lágrimas de cansaço e de preocupação. Levas olheiras, e ombros caídos… Levas um corpo esquecido, e uma mente exausta no maior investimento da minha vida. 

Levas de perto de mim, a minha outra metade. O meu ritmo cardíaco… Por isso, não espero de ti, menos do que o teu melhor!

Trata-o bem, tal como o educarei para que te trate bem também. De vós (de ambos) exijo que se respeitem acima de tudo… 

Mima-o! Tal como o mimarei até o levares. Diz-lhe todos os dias como é importante para ti. Diz-lhe diariamente algo que aprecies nele. Eleva-lhe o ego, e fá-lo sentir-se bem consigo mesmo. Este será o teu papel, e descansa que cumprirei o meu ao educa-lo para que faça tudo isto a ti. 

O amor tem que ser recíproco e faço questão que ele saiba disso, espero que a tua mãe tenha feito o mesmo contigo.

Investi e dediquei tudo de mim neste ser que será teu companheiro, e será sempre o meu filho! Por isso, não te admitirei que “o estragues”! Tal como tenho a certeza que ele não será homem, para “te estragar”!

Nem sempre vai ser fácil, e eu sei disso. Respeitarei sempre o vosso espaço, e obviamente a vossa vontade! Mas não te admitirei que magoes o meu coração fora do peito.

Um dia, serás mãe dos meus netos e vais compreender-me melhor! E mais uma vez cá estarei para ficar com os miúdos nas férias, respeitando a tua vontade, e dando-lhe uns chocolates sem que tu saibas… É irritante eu sei, mas como todas as avós será o que farei. E tu, vais-me perdoar!

Trata-os bem. Os meus! E eu tratarei bem de ti também.

(imagem: Paixão e Amor)


Sigam também no Instagram: https://www.instagram.com/seilaeusermae/

Sem comentários:

Enviar um comentário